Notícias Institucionais 2024-06-16

“Queremos competir ao mais alto nível e conquistar troféus que engrandeçam ainda mais o nome do Académico de Viseu”

Decorreu neste fim de tarde, no Teatro Viriato, em Viseu, a Gala do 110º aniversário do Académico de Viseu Futebol Clube. No evento lotou a sala de espetáculos mais emblemática da cidade, o presidente do Académico, Mariano Lopez, fez diversas revelações e mostrou ambição para o futuro: “Temos um sonho que nos move e nos inspira: queremos fazer melhor desportivamente do que nas épocas anteriores pois o Académico de Viseu é mais do que uma simples equipa de futebol, é um símbolo de perseverança e paixão.” Entre as mensagens reveladas durante a Gala, destaque para as declarações de Fernando Gomes, presidente da FPF, que sublinhou juntar-se “aos viseenses no desejo de ver o Académico reviver os seus tempos mais áureos” e a de Pedro Proença, presidente da Liga, que destacou que “o Académico representa os valores da marca Liga Portugal”.

O Académico de Viseu Futebol Clube realizou, neste final de tarde de 16 de junho, a sua Gala Oficial das comemorações do 110º aniversário. O evento, realizado no Teatro Viriato, levou até Viseu os mais altos representantes de inúmeras instituições da região e do País, entre eles a Federação Portuguesa de Futebol, Liga de Clubes, Associação de Futebol de Viseu, representada pelo seu presidente José Carlos Lopes, também Carlos Marta, do Tondela; Nuno Martinho, Secretário Executivo da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões e diversos emblemas da I e II Liga e da região.

O presidente do Académico de Viseu, Mariano Maroto Lopez, deu as boas-vindas aos muitos convidados e público em geral que esgotou o auditório. “Fundado há 110 anos, o nosso clube tem uma história rica e recheada de sucessos desportivos. Cada vitória, cada conquista, cada momento de superação foi construído com muito trabalho, dedicação e, acima de tudo, com o apoio incondicional dos nossos atletas, técnicos, dirigentes e adeptos”, começou por assinalar, apontando o caminho que tem de ser seguido: “Temos a honra e a responsabilidade de sermos dignos representantes desportivos desta cidade e desta região. E é com esse espírito que renovamos, diariamente, o nosso compromisso com a excelência e com a promoção do desporto.

Nesta noite especial, celebramos as nossas conquistas do passado e olhamos para o futuro com ambição e determinação. Temos um sonho que nos move e nos inspira: queremos fazer melhor desportivamente do que nas épocas anteriores. Queremos competir ao mais alto nível e conquistar troféus que engrandeçam ainda mais o nome do Académico de Viseu.
Para atingirmos este objetivo, sabemos que é essencial o apoio de todos: atletas, equipa técnica, dirigentes, patrocinadores e, principalmente, os nossos adeptos e sócios, que são a alma do nosso clube. Juntos, somos mais fortes e juntos, alcançaremos os nossos sonhos. Porque o Académico de Viseu é mais do que uma simples equipa de futebol, é um símbolo de perseverança e paixão”.

Mariano Lopez dividiu a sua intervenção em dois momentos, encerrando a Gala com um balanço sobre o que a atual Administração/Direção tem efetuado, num discurso com tópicos sobre o passado, o presente e o futuro do Académico de Viseu. Enalteceu a forma como, na última época, foram “integrados vários jogadores jovens no plantel profissional”, mote para revelar as renovações, por quatro épocas, dos jogadores Francisco Machado e Marquinho, anunciando em simultâneo a contratação do avançado beirão (natural de Mortágua) Diogo Almeida (ex-Mafra), que reforça o clube até 2027.


Mariano Lopez apontou, também, os focos que devem guiar a próxima temporada. “É com muita confiança que olho para o futuro do Académico. Mas não podemos ficar parados, a olhar apenas para o passado. Temos de criar uma cultura de desafios, de objetivos, de superação, de evolução, de alto rendimento. Tudo isto diariamente e em todas as áreas. Só assim podemos sonhar com os mais altos patamares no desporto. Porque só sonhar não nos serve – temos de definir claramente essas metas e atingi-las passo a passo, dia a dia, semana a semana, mês a mês”.


O presidente do emblema viseense fez questão de destacar, ainda, novos projetos como o Padel ou as medalhas conseguidas pela Natação, antes de abordar os planos para o futebol feminino, que se estreou na última época e tem conhecido um importante crescimento: “Convidámos o Sr. Carlos Ferreira (antigo coordenador do Futebol Formação) para ser o novo coordenador do Futebol Feminino do Académico e, assim, continuar a desenvolver estruturas, jogadoras e treinadores nesta nova modalidade com muito futuro”, sublinhou.
Aproveitando a presença do representante da Câmara Municipal de Viseu, neste caso do vereador Pedro Ribeiro, o líder do emblema viseense apelou à reabilitação do Campo 1.º de Maio, no Fontelo, solicitando obras naquele equipamento desportivo, que conta com um relvado sintético, balneários e uma pequena bancada coberta.


O secretário de estado do desporto, Pedro Dias, enviou mensagem a dar os parabéns e a prometer uma visita para breve. “O Académico é um clube histórico do futebol português que tem proporcionado momentos extraordinários no Fontelo e em todo o País. Estive em Viseu na sexta-feira, com o presidente da câmara Fernando Ruas, no âmbito de Viseu Cidade Europeia do Desporto, mas fica registado o meu compromisso de aí voltar muito brevemente para vos visitar”, sublinhou Pedro Dias.

Também Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, por já se encontrar na Alemanha, onde decorre o Campeonato da Europa de Futebol, enviou uma declaração gravada:
“É com imenso gosto que me junto às celebrações do Académico de Viseu Futebol Clube. Por serem ambas entidades desportivas e vocacionadas para o futebol, é natural que a FPF e o AVFC tenham muitas coisas em comum, uma delas é uma coincidência feliz, nasceram no mesmo ano. Em 1914 três associações – Lisboa, Porto e Portalegre – juntaram-se e criaram a União Portuguesa de Futebol, que deu mais tarde origem à Federação Portuguesa de Futebol. Em Viseu, alunos do Liceu Alves Martins e do Colégio Via Sacra juntaram-se e fundaram o Académico. O clube conheceu momentos de glória e outros menos felizes. O Estádio do Fontelo, palco mítico da região, assistiu a muitos deles. Por exemplo, a 3 de setembro de 1978, quando recebeu o primeiro jogo do Académico na I Divisão. (…) Foi já há 46 anos, mas esse é um momento que os viseenses sonham reviver em breve. Depois de tempos complicados, os últimos anos são inspiradores. O Académico de Viseu marcou uma presença histórica na meia-final da Taça de Portugal de 2019/2020 e na Final Four da Taça da Liga 2022/23. A criação da equipa sub-23, a subida e presença dos sub-19 na I Divisão, onde conseguiu apurar-se e disputar a fase de apuramento de campeão, e a aposta no futebol feminino são exemplos de crescimento que podem devolver o Académico a tempos de glória. Junto-me aos viseenses nesse desejo”. A FPF fez-se representar em Viseu pelo seu Diretor José Alberto Ferreira.


Pedro Proença, que antecipou também a viagem para a Alemanha, onde esta terça-feira vai assistir à estreia da Seleção Nacional no Euro-2024, fez-se representar pelo chefe de gabinete, Filipe Pais, e enviou, igualmente, uma mensagem gravada:
“Muitos parabéns ao Académico de Viseu. São 110 anos de história, 110 anos de trabalho efetivo e de aposta no jovem jogador português. O Académico representa aquilo que são os valores da marca Liga Portugal. Um abraço de parabéns de forma muito pessoal ao presidente Mariano Maroto Lopez, que tem sabido interpretar aquilo que são os nossos valores no futebol profissional e na formação, na aposta das estrelas de amanhã. Que venham mais 110 anos de grande ritmo e sucessos para o clube”.


Sob o lema Passado, Presente e Futuro, a Gala do 110º aniversário viajou pela magia do Académico… corporizada no artista beirão Zé Mágico, que por artes mágicas fez aparecer a apresentadora viseenese, Andreia Sofia Matos, em palco para dirigir a cerimónia.
Após os discursos, tempo para revelar os Prémios Viriathus. No total 9 galardões que distinguiram os atletas que se destacaram no último ano, mas também de reconhecimento aos parceiros que têm colaborado com o centenário clube.

Eis os distinguidos:


Viriathus Revelação – Natação: Tomás Sousa

Viriathus Revelação - Futebol de Formação: Marquinho

Viriathus Revelação - Futebol Feminino: Eva Loureiro

Viriathus Mérito Desportivo - Prémio para equipa que se tenha destacado pela sua evolução: Humberto Fonseca, treinador Natação

Viriathus Parceiro do Ano – Patrocinador mais envolvido no desenvolvimento do Académico: Palácio do Gelo

Viriathus Parceiro do Ano – Patrocinador mais envolvido no desenvolvimento do Académico: 2PLAY

Viriathus Parceiro do Ano – Patrocinador mais envolvido no desenvolvimento do Académico: Terrosilvares

Viriathus Treinador do Ano – Treinador com mais mérito desportivo da época: Marco Pereira (futebol feminino)

Viriathus Jogador do Ano – Jogador com mais mérito desportivo da época: Francisco Machado

Antes da entrega dos prémios, oportunidade para uma homenagem aos ex-dirigentes António Albino, antigo presidente do Académico, falecido em 2022, e a José Cabido, antigo vice-presidente também ele falecido em 2023. Mereceram ambos uma tremenda ovação com todos os presentes no Teatro Viriato em pé, em reconhecimento do trabalho que desenvolveram durante largos anos em prol do clube.

A encerrar a Gala, tempo para uma das novidades da noite: o novo hino do Académico de Viseu, entoado em palco pela fadista viseense Mara Pedro, que encantou todos os presentes. Em paralelo, decorreu também o Arraial do Académico, um evento aberto a toda a população no Jardim Sensorial de Santo António, com muita música, comida e animação que se prolongou noite dentro e ao qual se juntaram os convivas presentes na Gala.

Partilhar:

Patrocinadores Principais