Formação 2023-07-30

Guilherme Sobrino, Noa Meroza, Tomás César e Maga são Viriatos

Jovens reforçam equipa sub-23.

O centro histórico de Santa Comba Dão, serviu de palco para a apresentação oficial de quatro novos reforços da recém-criada equipa sub-23 do Académico de Viseu.

O guardião Guilherme Sobrino, de 18 anos, reforça a baliza academista depois de uma temporada ao serviço da Académica de Coimbra. Tendo feito seis jogos na equipa sub-19 dos estudantes, Guilherme Sobrino faz a sua segunda passagem pelo Académico de Viseu, após ter jogado nos sub-15 viseenses na época de 2017/2018.

Noa Meroza é outro dos jogadores que faz a transição da equipa sub-19 do Académico de Viseu da última temporada, que alcançou a histórica subida à primeira divisão de juniores. O médio letão tem 19 anos e completou 11 jogos na temporada transata.

Já o defesa Tomás César vai iniciar a quinta época ao serviço do emblema beirão, após uma temporada em que representou a AD Castro Daire, onde realizou 19 jogos pelo plantel principal no Campeonato de Portugal, nos quais apontou um golo. O jovem de 20 anos torna-se assim uma das opções para a retaguarda viseense.

Por fim, outro reforço para o terço médio do terreno vem do Vizela FC e tem 18 anos. Diogo Magalhães, ou “Maga” como é conhecido no mundo do futebol, iniciou o percurso nos escalões de formação do FC Paços de Ferreira, tendo ainda passado pelo FC Porto e Vitória SC, antes de chegar ao emblema vizelense em 2021/2022. Ao serviço do clube minhoto, Maga realizou 43 jogos em duas épocas, entre as equipas sub-19 e sub-23.

Bem-vindos, rapazes.

Partilhar:
Formação

Exibição de classe dá reentrada na Fase de Campeão

A equipa sub-23 do Académico de Viseu, recebeu e venceu o FC Vizela, em jogo a contar para a jornada número 11 da Serie A da Liga Revelação. A jogarem em casa, os academistas triunfaram por 3-1, aplicando a primeira derrota da época à turma minhota. Na partida desta tarde, no Estádio Municipal Dr. Orlando Mendes, em Santa Comba Dão, os viseenses estiveram praticamente sempre no controlo, perante as linhas recuadas, no entanto bem organizadas do Vizela.  O primeiro golo surgiu aos 33 minutos, pela figura do encontro: Martim Ferreira. O jovem extremo converteu uma grande penalidade, após mão assinalada dentro da grande área vizelense. De forma clássica, o guarda-redes foi para um lado e a bola para o outro, inaugurando o marcador. Já aos 78 minutos, uma recuperação de bola no meio-campo, de Tiago Freitas, desencadeou aquela que viria a ser a jogada por 2-0. Lançando o contra-ataque pelo lado esquerdo, e já com o Vizela reduzido a 10 unidades, Bruno Simão (entrado na segunda parte) recebeu na linha e cruzou atrasado para o suspeito do costume. Martim Ferreira apareceu à entrada da pequena-área, e rematou sem hipóteses para Nikola Bursac. Precisamente 10 minutos depois, o avançado academista voltaria a fazer o gosto ao pé, ao marcar o seu primeiro hat-trick desde que chegou a Viseu. Depois de um ressalto nascido de um remate prensado de Bruno Simão, o número 95 apareceu ao segundo poste para colocar, de primeira, a bola dentro da baliza minhota. O resultado ficaria fechado nos 3-1, depois de Diogo Barbosa reduzir para o Vizela, já em período de descontos. Com o regresso às vitórias, o Académico de Viseu sobe à quarta posição da Série A da Liga Revelação, com 16 pontos, reentrando nos lugares que dão acesso à fase de apuramento de campeão. A turma sub-23 dos viseenses volta à competição no dia cinco de dezembro (próxima terça-feira), para jogar em casa do Rio Ave FC, numa altura em que faltam apenas três rondas, para o fim da primeira fase da competição.

2023-11-28

Patrocinadores Principais

Fontelo