Equipa Profissional 2023-05-30

Um desaire insular no fecho da temporada

A equipa principal de futebol do Académico de Viseu, saiu ontem derrotada por 3-2 da visita à Ilha da Madeira, onde defrontou o Nacional.

A turma viseense entrou na Choupana com algumas mexidas efetuadas no onze inicial, procurando continuar a dar oportunidades e tempo de jogo aos atletas com menos minutos na temporada. Os beirões iniciaram a partida frente aos insulares a quererem mandar no encontro, conseguindo chegar ao primeiro golo à passagem do minuto quatro. Após uma saída de bola longa dos pés de Momo Mbaye, guardião que foi titular na baliza academista, Rafael Bandeira e André Clóvis trabalharam no flanco direito do ataque, por duas vezes seguidas e de forma perfeita, o lance que terminou com o cruzamento ao segundo poste do lateral português para a cabeça do ponta de lança brasileiro, que assim renovou o recorde de golos numa só edição da segunda liga no presente século, para um total de 28. Estava feito o primeiro e o ímpeto “mandão” do Académico perduraria por toda a primeira parte, face a um Nacional algo perdido em campo. As ocasiões sucederam-se e, mesmo em cima da meia hora de jogo, Vítor Bruno fez um golaço com que ampliaria a vantagem beirã na partida. O lateral esquerdo recebeu outro cruzamento de Rafael Bandeira da direita e, quando todos esperavam nova bola cruzada, o defesa academista rematou forte de pé esquerdo, enganando o guarda-redes madeirense, fazendo assim o 0-2 com que terminou o primeiro tempo.

A segunda metade do encontro trouxe novas alterações nos onzes e revelou também o lado mais perigoso de jogar frente a uma equipa que precisa de vencer, para garantir a manutenção. O Nacional da Madeira transfigurou-se e enfrentou os segundos 45 minutos com outra postura, aproveitando alguns lances de desconcentração dos viriatos. O 1-2 surgiu com apenas três minutos volvidos do intervalo, com o avançado Zé Manuel a responder afirmativamente a um cruzamento de Dudu. Já aos 67, Zé Manuel trocou de personagem e assistiu Clayton para também ele fazer, de cabeça, o empate a dois com que o jogo entrou nos seus últimos 20 minutos.

Importante será referir que, mesmo sofrendo dois golos, o Académico de Viseu manteve a sua postura atacante, beneficiando do facto do jogo se ter partido em campo para ficar perto de regressar ao comando do resultado. No entanto, tanto o guardião dos insulares como os seus defesas conseguiram sempre impedir as investidas da turma viseense, chegando mesmo a evitar o 2-3 em cima da linha de golo. E neste último e derradeiro jogo da temporada, houve ainda tempo para a estreia de João Monteiro com o símbolo de viriato ao peito. O jovem guarda-redes entrou bem e seguro na partida, tendo feito duas grandes defesas antes do Nacional chegar à cambalhota no marcador. Através de um canto batido no lado direito do ataque, Zé Manuel saltou mais alto que todos e cabeceou como mandam as regras: de cima para baixo. João Monteiro ainda se esticou, mas um ressalto na relva atrapalhou a intervenção do guarda-redes, que não conseguiu evitar o 3-2 para a equipa da casa, aos 83 minutos.

Pouco depois o apito final ecoava na Choupana, dando por terminada a época oficial 2022/2023 para o Académico de Viseu, com uma derrota em casa do Nacional da Madeira, estádio onde tinha vencido na temporada transata.

Deixamos, de novo e sem qualquer cansaço de o fazer, uma palavra especial aos academistas presentes no Funchal. É com o apoio dos nossos verdadeiros adeptos com que contamos para iniciar, já a partir de hoje, o que será a próxima temporada desportiva. Viva Viseu, viva o Académico.

Partilhar:
Equipa Profissional

Segunda vitória na despedida de Alicante

A equipa profissional do Académico de Viseu realizou, esta manhã, o segundo jogo da pré-época 2024-25. No embate amigável com os ingleses do Derby County FC, a turma beirã venceu por 3-1, com dois golos de Daniel Nussbaumer e um de Simão Silva. O Académico de Viseu voltou a vencer no segundo teste da pré-temporada 2024-25. No confronto diante do Derby County, equipa do segundo escalão do futebol inglês, os Viriatos até entraram a perder, mas deram a volta ao resultado no segundo tempo. Daniel Nussbaumer faturou por no golo do empate e no 2-1, antes do jovem Simão Silva carimbar o resultado final em 3-1. Estas foram as escolhas do técnico principal Rui Ferreira: 11 Inicial: Fede Gomes (GR), Aidara, João Pinto, Miguel Bandarra, Igor Milioransa, Tomás silva, Souffiane Messeguem , Yuri Araújo, Gautier Ott, Diogo Almeida e André Clóvis. Outros jogadores utilizados: Matheus Sampaio (GR), André Almeida, Arthur Chaves, Henrique Gomes, Paulinho, Sori Mané, Samba Koné, Marquinho, Famana Quizera, Daniel Nussbaumer e Simão Silva. Jogadores não utilizados: Bruno Ramos, Kauã , Domen Gril (GR), Francisco Machado, Daniel Ferrão e Cihan Kahraman. O Académico de Viseu termina assim o calendário de jogos no estágio de pré-época na cidade espanhola de Alicante. Os comandados de Rui Ferreira regressam à Beira-Alta no dia de amanhã, onde começarão a preparar o próximo embate amigável: o jogo de treino com o SL Benfica B está marcado para dia 20 de julho, em Viseu.

2024-07-16

Equipa Profissional

Adepto academista viveu experiência inédita com a equipa profissional em Alicante

Bernardo Marques, adepto academista com mais presenças nos jogos em casa da equipa profissional durante a temporada 2023-24, foi premiado com uma visita ao estágio de pré-época em Alicante. Baseando-se numa análise detalhada dos dados disponibilizados pela plataforma de bilhética do clube, o Académico de Viseu FC reconheceu Bernardo Marques como o adepto mais assíduo da época passada, com uma viagem à cidade espanhola de Alicante, para acompanhar o estágio de pré-temporada da equipa profissional durante dois dias. A viagem incluiu transporte aéreo até ao sudeste de Espanha, onde Bernardo teve a oportunidade de conhecer todos os jogadores, a equipa técnica e restante staff, e assistir ao jogo amigável contra o Oxford United, que terminou com a vitória do Académico de Viseu por 1-0. Durante a estadia, Bernardo Marques falou ao canais oficiais do emblema beirão, expressando a sua surpresa e gratidão quando soube do convite: "Fui recebido quase como um novo jogador tanto pelo plantel, como pela equipa técnica e restante staff. Quero agradecer ao Académico de Viseu, em nome do Presidente Mariano Lopez, pela oportunidade de estar presente no estágio do clube da minha Terra. Recebi a notícia com timidez, inicialmente até pensei que fosse uma brincadeira de amigos. Fiquei feliz por poder vivenciar como é que funciona um estágio, por ver de perto os treinos dentro do relvado, por poder conviver com todo plantel e mesmo com a administração do clube". Bernardo enfatizou a singularidade da iniciativa, destacando a sua importância e impacto: "Não é todos os dias que podemos estar a privar com o Presidente e com os diretores, que sempre me deixaram muito à vontade em todos os aspetos. Esta iniciativa foi surpreendente, não tenho conhecimento nem a nível nacional ou até internacional de um clube chamar um sócio para vir a um estágio viver o dia a dia de um jogador de futebol". O Académico de Viseu Futebol Clube orgulha-se de promover e reconhecer a dedicação dos seus adeptos, proporcionando-lhes momentos distintos. Este gesto simbólico reforça o compromisso do clube com a sua comunidade de adeptos e a importância do apoio incondicional que recebe jogo após jogo.

2024-07-12

Patrocinadores Principais