Equipa Profissional 2023-04-22

“Continuem a acreditar em nós”

O treinador principal da equipa de futebol sénior do Académico de Viseu, Pedro Bessa, fez no final desta manhã o rescaldo à partida frente à União Desportiva Oliveirense, em que os viriatos perderam por 1-4.

No final do jogo o técnico beirão evidenciou a boa entrada da equipa em campo, mas assumiu que a eficácia foi o fator que mais pesou no resultado final: “Entrámos muito bem no jogo com duas oportunidades claras de golo do Toro e do Clóvis, mas não as conseguimos concretizar. E a diferença foi que a Oliveirense criou as suas oportunidades em que, ao contrário de nós, fez golos. A zona de finalização foi claramente o fator diferenciador, mas também não fomos felizes na forma como defendemos”.

Pedro Bessa apontou falou igualmente os pontos mais fortes do adversário desta manhã, sem deixar de retratar a “mea culpa” do conjunto viseense: “Obviamente que esta derrota não se explica só pela nossa incapacidade na zona de finalização, mas também pelo facto de não termos conseguido parar uma Oliveirense que se apresentou muito bem, com um futebol ofensivo e positivo. Depois do 3-0 ainda alterámos algumas coisas, mas o adversário soube gerir o jogo. O quarto golo, que apareceu após as alterações que fizemos ao intervalo, desmonta qualquer estratégia e qualquer equipa. Não ganhámos porque não tivemos a competência para tal, mas agora iremos continuar a trabalhar porque ainda há cinco jogos para dignificar esta camisola e os vencer a todos”, concluiu o treinador do Académico de Viseu.

Numa palavra dirigida à massa adepta academistas, o técnico principal dos beirões apelou ao apoio aos seus jogadores, que irão iniciar já amanhã a preparação da próxima jornada. Pedro Bessa deixou ainda claro que toda a estrutura academista está convicta de que irá fazer de tudo para atingir os seus objetivos nos últimos cinco compromissos: ”Pedimos aos adeptos que continuem a apoiar o Académico, porque se o fizeram até aqui não vejo qualquer razão para deixarem de o fazer. Continuem a acreditar em nós, na semana passada não eramos os melhores tal como hoje não somos os piores. A partir de amanhã começamos já a pensar no próximo jogo frente ao Trofense. A confiança do plantel antes do jogo estava muito boa, sentimos um grupo muito tranquilo e focado no que querem fazer. Obviamente que neste momento estão tristes porque não era o resultado que queriam, mas é algo que não nos preocupa. Este é um grupo de fantásticos profissionais, que irão querer dar a volta a estes dois últimos resultados. Em cinco jogos tudo pode acontecer e eles fazem-nos acreditar”.  

Com esta derrota o Académico de Viseu mantém os meus 49 pontos com que entrou para esta jornada da Liga Portugal 2 Sabseg, segurando também a quarta posição da tabela classificativa. Na próxima ronda os viseenses deslocam-se até ao terreno do Trofense.

Partilhar:
Equipa Profissional

Paulinho é Viriato até 2025

A Académico de Viseu FC, Futebol SAD anuncia que o defesa Paulo Sérgio Mota, Paulinho no mundo do futebol, é nosso jogador para época 2024/25. Paulinho estava livre, após terminar o contrato que o ligava ao Leixões SC, e o vínculo que o une ao Académico de Viseu terá a duração de uma temporada.  “O que me atraiu foi o projeto e as pessoas que estão envolvidas com o Académico de Viseu. Mostraram que me queriam muito e aceitei este convite com todo o agrado e estou aqui com todo o gosto”, começou por sublinhar Paulinho aos meios do clube, caracterizando-se como jogador: “Sou um jogador de equipa, de grupo, alguém que dentro de campo dá tudo pelo clube que está a representar. Acho que essa a minha imagem de marca: sou muito profissional e a minha carreira fala por ela, com muitos jogos na I Liga, praticamente joguei sempre e isso é um motivo de orgulho. Agora é dar continuidade aqui no Académico.” O plantel do Académico é composto por muita juventude, Paulinho vem trazer um aporte de experiência, algo que também é fundamental nas equipas. “Acredito que se aprende muito com os jovens. A idade é apenas um número e estamos sempre a aprender. Mas, claro, que também venho com o intuito de ajudar os meus colegas e ajudar o clube a atingir os seus objetivos.” Por fim, uma palavra para os adeptos do Académico: “Peço aos adeptos que nos apoiem durante o ano, porque nós vamos fazer tudo dentro do campo para puxar a massa associativa para o nosso lado. Com o apoio de todos fica mais fácil atingir os nossos objetivos”.   Perfil | Mais de 300 jogos concretizados Paulo Sérgio Mota – Paulinho – nascido no Porto há 32 anos, é um lateral-direito que fez toda a formação nas escolinhas do FC Porto. Nos últimos seis meses esteve ao serviço do Leixões SC, onde realizou 14 jogos e concretizou uma assistência. Chega livre de contrato e assina com o Académico de Viseu a custo zero. Paulinho apresenta uma carreira com mais de 300 jogos (318 no total) realizados em diversos emblemas e diversos patamares. Tem quase 200 jogos (197) no principal escalão da Liga portuguesa, ao serviço de Moreirense, União da Madeira, SC Braga, GD Chaves, Gil Vicente e Marítimo; 68 jogos na Liga II, representando emblemas como Moreirense e Leixões, onde esteve em mais do que uma ocasião. Conta ainda com uma passagem pela liga da Grécia, onde representou o AEK durante ano e meio, entre 2019/20 a 2010/21. Na Grécia participou em 38 jogos no total, sendo três deles na fase de qualificação da Liga Europa. Paulinho completou o último ano da sua formação já ao serviço do Leixões, deixando para trás as escolinhas do FC Porto, onde representou todos os escalões. No Leixões foi promovido à primeira equipa, que disputava, então, a Liga 2. Seguiu-se o Moreirense e a primeira experiência na I Liga. Em Moreira de Cónegos permaneceu três temporadas antes de se mudar para o União da Madeira. Ingressou, depois, no GD Chaves, onde esteve três épocas, com um empréstimo de seis meses ao SC Braga, em 2016/17, pelo meio. Finda a ligação com os flavienses, mudou-se, então, para o AEK da Grécia. O regresso a Portugal deu-se pela porta do Gil Vicente, onde esteve seis meses antes de voltar ao Moreirense, seguindo-se o Marítimo e, por fim, de novo o Leixões. Bem-vindo a Viseu, Paulinho, muito sucesso ao serviço do Académico de Viseu.

2024-06-21

Equipa Profissional

Marquinho é Viriato até 2028

A Académico de Viseu Futebol Clube, Futebol SAD anuncia que chegou a acordo com o jogador Marquinho, para avançar para a contratação em definitivo do médio ofensivo, que termina o contrato de empréstimo no próximo dia 30 de junho.  O novo vínculo é válido até junho de 2028. Marquinho é agora, oficialmente, jogador do Académico de Viseu. A SAD do emblema beirão e o médio brasileiro acordaram a assinatura de um novo contrato profissional, que estende a ligação entre as duas partes por mais quatro temporadas desportivas. O jovem canarinho chegou a Viseu no verão passado, por empréstimo do Barra FC válido para a temporada 2023-24. No seu primeiro ano na Europa, Marquinho realizou dois jogos pela equipa sub-23 dos Viriatos, onde apontou um golo, tendo participado em outros 31 jogos na equipa principal, onde fez seis golos.  Aos canais de informação da Académico de Viseu FC, Futebol SAD, Marquinho mostrou-se realizado e com vontade de dar ainda mais alegrias aos adeptos viseenses: “Esta é a realização do meu sonho de poder jogar na Europa. Sou muito grato ao Académico pela oportunidade que me deu na última época e, agora, confirmando a minha contratação em definitivo, só tenho de continuar a dar sempre o meu melhor para continuar a ajudar a equipa e a dar alegrias aos academistas”. O canarinho reconheceu também que a adaptação foi célere, afirmando que ficou satisfeito com a sua primeira época em Portugal: “Tive uma adaptação muito rápida e fui muito bem recebido por todos. Isso gerou muita confiança e consegui apresentar o meu trabalho e ter um bom desempenho nos treinos, que resultaram em oportunidades nos jogos. Estou feliz em ter conseguido boas atuações, ficou o sentimento de que poderíamos ter alçado coisas maiores, porém creio que consegui deixar uma boa imagem na minha primeira época com a camisola do Académico”. Marquinho revelou ainda que viu com bons olhos a evolução do clube, garantido que ainda haverá margem para mais: “Quando cheguei ao Académico, encontrei ótimas condições, um clube muito bem estruturado. Ainda assim, ao longo do ano fui notando uma grande evolução, tenho certeza que o clube tem muita margem para crescer ainda mais”.

2024-06-19

Patrocinadores Principais