Equipa Profissional 2023-04-03

20 minutos à Viseu devolvem o terceiro lugar

Costuma dizer-se que no futebol a eficácia é rainha. Por essa mesma razão, podem ser criadas dezenas de oportunidades de golo, mas se a bola não chegar a beijar as redes, de nada valem. E foi com este pensamento que o Académico de Viseu entrou, no dia de ontem, no Estádio do Mar. Em menos de 20 minutos, os comandados de Jorge Costa já batiam um desnorteado Leixões por 3-0. O primeiro, surgiu do lado esquerdo do ataque, com o francês Gautier Ott a roubar a bola ao defesa Coronas em terreno adiantado, antes de descobrir o sempre atento André Clóvis, que apareceu no coração da grande área para abrir o marcador aos nove minutos. Soltava-se a primeira explosão de alegria viseense em Matosinhos. O segundo grito de golo chegaria apenas quatro minutos volvidos, altura em que Rafael Bandeira cruzou da direita atacante com conta, peso e medida, para o oportuno Toro. O médio hondurenho saiu da marcação, apareceu sozinho e rematou de primeira com o pé esquerdo para o fundo da baliza leixonense. E quando todos esperavam uma resposta da equipa da casa, sobre o céu do Estádio do Mar caiu um “Déjà vu”. Uma repetição, tirada praticamente a papel químico, do primeiro golo dos viriatos. Desta vez, aos 19 minutos, Ott voltou a ganhar o duelo com o defesa lateral direito adversário, criando uma situação de dois para um. Com Clóvis a aparecer outra vez no meio, foi através de carrinho que o avançado brasileiro fez o golo número 22 da conta pessoal no campeonato. Que época.

Mas se a eficácia é rainha no futebol, a gestão é considerada burguesa, pela importância que tem no jogo de uma equipa em tamanha vantagem. E foi, talvez essa, a principal debilidade dos viriatos na visita a Matosinhos. A primeira chamada de atenção chegaria ainda na primeira parte, quando aos 25 minutos, e após uma grande penalidade que André Almeida cometeu sobre Ricardo Valente, o experiente ponta de lança de 32 anos fez o 3-1.

Já na segunda metade, onde o Académico teve diversas oportunidades para “matar” a partida, o segundo percalço chegaria ao minuto 74, momento em que uma perda a meio-campo, acabou por lançar João Oliveira direto para o 3-2, com um remate fora da grande área que não deu hipóteses a Domen Gril. O esloveno, quem mais (?), seria decisivo a seis minutos dos 90, quando negou o empate a um Leixões motivado e impulsionado pela massa adepta matosinhense, conhecida pelo aguerrido ambiente que costuma criar em jogos caseiros da sua equipa.

Os três apitos do juiz Pedro Ramalho, que assinalavam o final do encontro, soavam cerca de seis minutos depois de ultrapassado o tempo regulamentar, e o suspiro de alívio com a conquista de mais três pontos ouvia-se de Matosinhos a Viseu. A turma do treinador Jorge Costa vencia numa das deslocações mais difíceis até ao final da época, e aproveitava o deslize do Farense, na Trofa, para igualar pontualmente os algarvios na tabela, mas favorecendo da vantagem no confronto direto para reclamar o terceiro lugar.

Hoje recomeça mais uma semana de trabalho, na preparação para a importante próxima jornada, quando o quinto classificado, Vilafranquense, visitar o Estádio Municipal do Fontelo (sábado) um dia depois de jogarem as três outras equipas do Top Five da Liga Portugal 2.

Partilhar:
Equipa Profissional

Segunda vitória na despedida de Alicante

A equipa profissional do Académico de Viseu realizou, esta manhã, o segundo jogo da pré-época 2024-25. No embate amigável com os ingleses do Derby County FC, a turma beirã venceu por 3-1, com dois golos de Daniel Nussbaumer e um de Simão Silva. O Académico de Viseu voltou a vencer no segundo teste da pré-temporada 2024-25. No confronto diante do Derby County, equipa do segundo escalão do futebol inglês, os Viriatos até entraram a perder, mas deram a volta ao resultado no segundo tempo. Daniel Nussbaumer faturou por no golo do empate e no 2-1, antes do jovem Simão Silva carimbar o resultado final em 3-1. Estas foram as escolhas do técnico principal Rui Ferreira: 11 Inicial: Fede Gomes (GR), Aidara, João Pinto, Miguel Bandarra, Igor Milioransa, Tomás silva, Souffiane Messeguem , Yuri Araújo, Gautier Ott, Diogo Almeida e André Clóvis. Outros jogadores utilizados: Matheus Sampaio (GR), André Almeida, Arthur Chaves, Henrique Gomes, Paulinho, Sori Mané, Samba Koné, Marquinho, Famana Quizera, Daniel Nussbaumer e Simão Silva. Jogadores não utilizados: Bruno Ramos, Kauã , Domen Gril (GR), Francisco Machado, Daniel Ferrão e Cihan Kahraman. O Académico de Viseu termina assim o calendário de jogos no estágio de pré-época na cidade espanhola de Alicante. Os comandados de Rui Ferreira regressam à Beira-Alta no dia de amanhã, onde começarão a preparar o próximo embate amigável: o jogo de treino com o SL Benfica B está marcado para dia 20 de julho, em Viseu.

2024-07-16

Equipa Profissional

Adepto academista viveu experiência inédita com a equipa profissional em Alicante

Bernardo Marques, adepto academista com mais presenças nos jogos em casa da equipa profissional durante a temporada 2023-24, foi premiado com uma visita ao estágio de pré-época em Alicante. Baseando-se numa análise detalhada dos dados disponibilizados pela plataforma de bilhética do clube, o Académico de Viseu FC reconheceu Bernardo Marques como o adepto mais assíduo da época passada, com uma viagem à cidade espanhola de Alicante, para acompanhar o estágio de pré-temporada da equipa profissional durante dois dias. A viagem incluiu transporte aéreo até ao sudeste de Espanha, onde Bernardo teve a oportunidade de conhecer todos os jogadores, a equipa técnica e restante staff, e assistir ao jogo amigável contra o Oxford United, que terminou com a vitória do Académico de Viseu por 1-0. Durante a estadia, Bernardo Marques falou ao canais oficiais do emblema beirão, expressando a sua surpresa e gratidão quando soube do convite: "Fui recebido quase como um novo jogador tanto pelo plantel, como pela equipa técnica e restante staff. Quero agradecer ao Académico de Viseu, em nome do Presidente Mariano Lopez, pela oportunidade de estar presente no estágio do clube da minha Terra. Recebi a notícia com timidez, inicialmente até pensei que fosse uma brincadeira de amigos. Fiquei feliz por poder vivenciar como é que funciona um estágio, por ver de perto os treinos dentro do relvado, por poder conviver com todo plantel e mesmo com a administração do clube". Bernardo enfatizou a singularidade da iniciativa, destacando a sua importância e impacto: "Não é todos os dias que podemos estar a privar com o Presidente e com os diretores, que sempre me deixaram muito à vontade em todos os aspetos. Esta iniciativa foi surpreendente, não tenho conhecimento nem a nível nacional ou até internacional de um clube chamar um sócio para vir a um estágio viver o dia a dia de um jogador de futebol". O Académico de Viseu Futebol Clube orgulha-se de promover e reconhecer a dedicação dos seus adeptos, proporcionando-lhes momentos distintos. Este gesto simbólico reforça o compromisso do clube com a sua comunidade de adeptos e a importância do apoio incondicional que recebe jogo após jogo.

2024-07-12

Patrocinadores Principais